• 9 de agosto de 2022 22:48

Vereador Fabio Bocão fiscaliza dois micro-ônibus parados no pátio da saúde por falta de pagamento de seguro

Vereador Fábio Bocão esteve na garagem da Secretaria da Saúde para verificar a situação de dois micro ônibus praticamente novos, eles são de 2018 e estão parados.

    A população pediu e o Vereador Bocão foi lá para ver o porque estes micros estão parados, e pasmem é por falta de pagamento de seguro, isso mesmo. 

                    

   Bocão esteve vistoriando estes micros que deveriam estar rodando com usuários da saúde, e estão parados gerando gastos desnecessários a saúde, pois uma viagem , uma única viagem a Porto Alegre com uma empresa terceirizada custa em média R$ 3.000,00 reais aos cofres da saúde.

                     

  Imaginem se tiver uma sequencia de viagens a este valor?  Bocão até brincou “mas deve estar caro o seguro destes micros, pois pagar R$ 3.000,00 reais e não pagar o seguro” .

  Durante esta visita em que O vereador esteve lá pediu ao chefe encarregado que  abrisse  os micros para ver como estavam por dentro, e estavam como novos pois rodaram muito pouco, foi verificado assentos , painel motor tudo em estado de novo e parados, por falta de pagamento de seguro, hora tem dinheiro para custearem viagens  a R$ 3.000,00 e não é agilizado o pagamento de seguros para evitar o gasto desnecessário.

               

  Outro assunto que chamou a atenção do vereador foi as diárias dos motoristas de Alegrete que conduzem estes micros, um valor sem dúvida irrisório diante do gasto com particulares, um motorista ganha de diária R$ 67,50 centavos, até Porto Alegre R$ 168,00,  com certeza um valor segundo Bocão que  esta defasado a anos, mas ai é que esta o ponto, se economiza com o profissional que transporta vidas e que vai depender deste valor para se alimentar ao viajar   e se paga um valor exorbitante para uma terceirizada, com certeza tem algo errado ai. 

O vereador relatou ainda que vai querer uma explicação por parte da secretária da saúde pois se fala tanto em economia e cortes de gastos e isso esta acontecendo sem ninguém perguntar o porque e o tempo que vai se dar esta solução que diga se de passagem a passos de tartaruga, por que dois veículos novos parados por pagamento de seguro isso é com certeza inadmissível. 

  O vereador comparou os valores e distancias com a cidade de Livramento, que em deslocamento de Santana do Livramento até Rosário do Sul R$ 200,00 reais a diária para o motorista, e de Santana do Livramento até Porto Alegre ele diz que nem se compara é muito mais, e o porque de nossos motoristas da saúde serem tão desvalorizados? Pediu mais valorização aos profissionais que estão ali para transportar pessoas que necessitam de transportes pela sua saúde.

Vereador voltou a dizer que vai querer uma explicação por parte da secretaria sobre este caso.

UTI Móvel é usada como transporte somente .



O caso de uma  UTI MÓVEL completa, nova e que só é usada para transporte simplesmente por que nenhum médico quer acompanhar pacientes, que  dependam de uma UTI MÓVEL para se deslocar, por que o pagamento de uma diária é outro valor insignificante para o profissional acompanhar, ninguém quer receber uma merreca assim dizendo no popular para viajar e deixar de atender em seu consultório, onde receberia bem mais.

   

R$ 168,75 centavos é o valor pago em diária para um médico acompanhar um paciente que dependa desta UTI MÓVEL, sem dúvida que nenhum médico vai querer. Assim como os motoristas que viajam transportando pessoas tanto em micro quanto em ambulâncias como esta da UTI Móvel não recebem horas extras, se dirigirem 12, 13 horas  não tem horas extras.

Lembrando que esta UTI MÓVEL esta funcionando somente para transporte de paciente que não dependam de serviços de UTI , pois não tem acompanhamento médico.

 

O que diz a secretária de Saúde em relação aos fatos expostos em vídeos?  



Nossa reportagem entrou em contato, com a secretária Haracelli, na noite de Segunda feira  10/05 e questionamos o porque dos micros estarem parados. 

   Por telefone a secretária respondeu a mesma coisa que o vereador relatou em sua visita a garagem da sacretaria de saúde,” que falta pagamento de seguro dos veículos e por isso eles estão parado”.

  Nossa reportagem perguntou quanto tempo estes micros ainda ficarão parados?  

   A secretária respondeu que tudo depende de uma licitação para fazer estes pagamento, mas que não tem uma data exata para afirmar quando eles estarão aptos a estarem rodando com os pacientes da cidade.

     Perguntamos  também a secretária Haracelli , para termos comparativos ao pagamento destas viagens terceirizadas que chegam a valor de R$ 3.00,00 diários, qual o valor de cada seguro dos dois micros, pois se gasta um altíssimo valor para uma terceirizada , o valor destes seguros devem ser bem altos.

  Sem ter  resposta para esta pergunta a secretária ficou de nos contatar na manhã desta terça feira 11/05  para nos passar estes valores já que disse não ter esta informação,  e teria que se inteirar com o financeiro, coisa que não aconteceu

até o final da noite  e o fechamento da matéria.    

EM NOTA 

Lamentamos que a Secretária de saúde não teve o interesse de esclarecer o fato que é de suma importância e que envolve dinheiro da saúde pública, e assim finalizamos a matéria sem receber o devido retorno, como imprensa somos sabedores que,   primamos  sempre e que devemos ouvir e divulgar os dois lados  para que haja transparência e credibilidade na informação,  sempre estaremos   relatando  o que esta errado, mas sempre dando espaço para se explicar o porque está errado, somos um meio de comunicação pequeno mas sem dúvida com muito , mas muitos seguidores e estes sim merecem nossa  atenção e nossos esclarecimentos.

Por:  WEB NOTICIAS ALEGRETE . COM . BR   

 

 

 

 

Facebook Comments Box
Compartilhe no Orkut!