Uruguaiana suspende volta às aulas até concluir vacinação de profissionais da educação

Cidade conta com mil professores e 650 funcionários, de acordo com o prefeito Ronnie Mello

O retorno às aulas presenciais nas 32 escolas da rede municipal de ensino de Uruguaiana, previsto para o próximo dia 17 de maio, foi suspenso pelo prefeito Ronnie Mello. A decisão foi anunciada após reunião do chefe do Executivo com os secretários de Saúde, Educação, Governo, Procuradoria-Geral e a presidência da Câmara de Vereadores.

Projeto exige oferta de formas alternativas de educação a alunos do ensino  médio — Senado Notícias

De acordo com Mello, a suspensão permanece para que o município possa receber novas doses e vacinar os trabalhadores em educação – mil professores e 650 funcionários.

“Neste momento, Uruguaiana imuniza as pessoas com comorbidades acima dos 18 anos e a demanda tem sido expressiva.

Segundo o quadro de evolução dos dados, na próxima semana, teremos condições de evoluir no processo de vacinação e em seguida atingir a nova etapa que atende os trabalhadores em educação, moradores de rua, entre outras especificidades”, diz Mello.

Cercadas pelo medo, escolas precisam acorrentar até os bebedouros contra os  ladrões - Região - NH

Conforme o secretário de Educação, professor Emerson Ortiz, com a posição assumida pelo município ficam atendidas as reivindicações dos Conselhos de Educação, Saúde, além da Associação dos Professores de Uruguaiana – APEMU.

A nova data para o retorno às aulas será anunciada após o início da vacinação dos professores e funcionários, ainda sem previsão oficial – dependendo da chegada de doses dos imunizantes por parte do governo estadual.

 

Facebook Comments Box

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *