Saque de até R$ 1.045 do FGTS será liberado em junho

Saque emergencial foi autorizado pelo Governo Federal com a intenção de amenizar os impactos econômicos causados pela crise do coronavírus.

A partir do dia 15 de junho de 2020, o trabalhador brasileiro terá mais uma chance de sacar seu Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A medida foi anunciada pelo Governo Federal, e faz parte de um pacote de medidas econômicas de auxílio em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

O saque será pago no valor de até R$ 1.045,00, e deve contemplar 60,8 milhões de trabalhadores. O saque ficará disponível até o dia 31 de dezembro de 2020.

“Essa medida é importantíssima e vem em momento que o dinamismo econômico requer respostas rápidas e com efetividade”, destacou o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues Junior.

Por se tratar de uma Medida Provisória (MP), a operação tem aplicação imediata. Porém, ainda necessita ser aprovada pelo Congresso.

Quem tem direito?

Todos os trabalhadores com contas no FGTS poderão sacar esse valor de contas ativas (ou seja, da conta do trabalho atual) ou inativas (de serviços anteriores).

FGTS: Liberados 3 opções de saque de R$ 1.045 a R$ 2.900 para ...

Sobretudo, a Caixa Econômica Federal ainda não liberou o cronograma oficial dos saques do FGTS e nem mesmo os critérios atribuídos a eles. No entanto, de acordo a agência bancária, as liberações devem ser feitas como de outros programas, seguindo a ordem dos meses de aniversário dos trabalhadores.

Saque imediato FGTS: tire todas as dúvidas sobre o recebimento ...

Vale ressaltar, a diferença entre o saque de R$ 500 em 2019 e o de agora, a nova opção não será acumulativa. Ou seja, R$ 1.045 é o teto que pode ser sacado mesmo que a pessoa possua mais de uma conta.

 

 

 

Facebook Comments Box

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *