Polícia Civil de Carazinho prende homens que tramavam assalto a banco

Segundo a investigação, alvo seria em Carazinho ou em Trindade do Sul. Ação na tarde desta terça-feira teve apoio da Brigada Militar

A Polícia Civil de Carazinho, com apoio da Brigada Militar, prendeu dois homens foragidos da justiça, um de 25 e outro de 36 anos, na tarde desta terça-feira (14), em um condomínio no Bairro São Jorge. Segundo o delegado Jader Ribeiro Duarte, titular da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento – DPPA de Carazinho, sabia-se que eles planejavam um assalto a banco, possivelmente em Carazinho ou em Trindade do Sul.

“São indivíduos de altíssima periculosidade, um deles considerado o foragido 01 dos assaltantes de banco no Estado, já não é mais. O outro também é assaltante de banco. Ambos têm ficha criminal bastante extensa e estavam escondidos há um bom tempo. Repassamos esta informação à DRACO de Erechim (de onde partiu a informação inicial do possível assalto) que representou pelos mandados. Hoje chegou a informação de que eles estariam no local”, relatou o delegado.

Segundo ele, com os foragidos foram encontrados diversos objetivos entre joias, duas pistolas de calibre proibido, coletes a prova de balas, uniformes dos Correios e da polícia civil, grande quantidade de munição e de drogas, rádios HT, além de toucas de diversos tipos, dinheiro e lacres de plástico usados para prender reféns. A polícia ainda procura por um fuzil 556 que é ostentado por um dos homens em uma foto a qual a investigação teve acesso. A fotografia teria sido tirada no mesmo apartamento em que ocorreu a prisão.

“Estamos felizes por antecipar uma ação que evitou a prática de um crime que poderia ter vítimas, diante da alta periculosidade destes indivíduos. Foi uma operação exitosa, com troca de informações entre as delegacias da região e o apoio da Brigada Militar”, salientou Duarte.

Sobre a ação que resultou na prisão dos dois homens, o delegado comentou que a técnica policial foi importante para que não ocorresse confronto, já o condomínio onde eles estavam escondidos possui muitas famílias residentes.

“São pessoas de bem que também se veem livres de pessoas perigosas. A ação foi toda exitosa. Não ocorreu nenhuma lesão. A técnica policial e o elemento surpresa foram muito importantes neste momento evitando que houvesse troca de tiros. Estamos satisfeitos com este resultado momentâneo. Sabemos que a criminalidade não para, mas se toda vez a polícia conseguisse antecipar os passos dos criminosos seria muito importante”, observou.

Os foragidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia para registro da ocorrência e posteriormente foram encaminhados para o sistema prisional.

 

Facebook Comments Box

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *