Padrasto suspeito de matar bebê de 10 meses em Erechim, tinha histórico de agressividade

Mais uma vez a comunidade é surpreendida com a notícia da morte de um bebê de 10 meses, causada supostamente pelo padrasto, no município de Erechim.

O crime ocorreu no bairro Aeroporto e o bebê chegou a ser encaminhado para atendimento médico na Fundação Hospitalar Santa Terezinha.

O casal é natural da cidade Arvorezinha e estava no município de Erechim para trabalhar. Segundo informações da própria mãe o seu companheiro Fabiano Garcia Escobar era agressivo e usuário de drogas, o casal estava tentando um recomeço após muitas desavenças.

A suspeita é de que a criança tenha sido asfixiada e espancada. Ela apresentava afundamento de crânio e hematomas na região cervical.

A Brigada Militar foi até a residência e localizou o suposto autor, de 42 anos. Ele foi detido e encaminhado à delegacia de polícia.

Fote: RS Agora

Facebook Comments Box

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *