Ministério Público identifica mais de 65 servidores públicos recebendo auxilio emergencial indevidamente

A lista com os nomes identificados será encaminhada ao Ministério Público Federal e a Polícia Federal

Na quarta-feira (10) da semana passada, nossa reportagem divulgou sobre o Portal da Transparência do Governo Federal, que é mantido pela Controladoria-Geral da União (CGU), e que passou a disponibilizar a lista de beneficiários do Auxílio Emergencial com os respectivos pagamentos das parcelas.

Após a divulgação, o Ministério Público de Dom Pedrito, constatou uma lista de nomes que foi disponibilizada publicamente no site, de pessoas que não se enquadrariam no direito ao auxílio.

Nesta tarde, entramos em contato com o Promotor de Justiça, Francisco Saldanha Lausentein, e fomos informados que mais de 65 servidores estaduais, municipais, ativos e inativos e pensionistas receberam indevidamente a auxílio emergencial. Outros nomes também estão analisados, e a lista final será encaminhada para o Ministério Público Federal e para própria Polícia Federal, órgãos que tem atribuição neste tipo de fraude.

Fiscalização descobre 24.232 servidores estaduais e municipais ...

Ele finalizou dizendo, que “provavelmente tem fraude, porque a lei veda que agentes públicos recebam o benefício, assim como quem já recebe alguma aposentadoria ou pensão”. Ainda conforme o levantamento, o prejuízo total até agora é de aproximadamente R$ 96.000,00 (noventa e seis mil reais). As pessoas que identificarem, nomes que não deveriam estar na listagem do Governo Federal, podem fazer denúncias diretamente no MP, que irá continuar pesquisando sempre em portais de transparência.

 

Fonte: Portal QWERTY  (DomPedrito)

 

Facebook Comments Box

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *