Mais um caso de agressão a imprensa de Alegrete desta vez o agressor é um professor

             Nota de repúdio a agressão sofrida por repórter em Alegrete

Lamentamos a agressão contra o repórter Dariano Moraes, na tarde desta sexta feira  31/07/20 no exercício de sua profissão , onde o referido repórter, acompanhava uma manifestação de empresários do ramo do pequeno comércio de Alegrete na frente do centro administrativo.

  O repórter se preparava para  iniciar a transmissão da manifestação quando foi atacado dentro de seu veículo por um homem, que foi identificado como professor de uma escola de Alegrete que atacou o profissional sem chance de o mesmo esboçar uma defesa, e o mesmo saiu ainda ofendendo e prometendo causar outra agressão, outro repórter Fabio Perez  que fez as imagens que acompanhava a manifestação gravou as cenas, do ataque que serão usadas para acionar o agressor.

  Repudiamos todo e qualquer ataque aos meios de comunicação, onde os profissionais tem o direito garantido por lei de acompanhar e dar visibilidade aos fatos relevantes de nossa cidade, e outro sim aguardamos que a lei seja cumprida e o agressor que é professor desta escola  seja punido com os rigores da lei, é lamentável que um formador de profissões tenha tido uma ação imperdoável como esta, acompanharemos o caso e esperamos que no mínimo a escola afaste este professor e o mesmo responda perante a justiça tal ato.

O repórter Dariano Moraes postou em sua rede social onde ele detém seu trabalho o seguinte:

“Na tarde desta sexta-feira(31), enquanto aguardávamos, dentro carro, o término da reunião do Prefeito com os empresários, na rua João Cezimbra Jaques, frente ao Centro Administrativo, fomos surpreendidos por um homem, que estava de capacete preto, o que dificultou, de pronto, sua identificação. A reportagem, estava atualizando as postagens pelo celular, quando foi surpreendida, pelo homem que passou a desferir socos e dizer palavras de ameaças.

Mesmo estando com cinto de segurança e com as mãos ocupadas, a reportagem conseguiu defender-se, evitando que o mesmo atingisse a face. Os socos, foram desferidos na altura do pescoço e braços.”

Segundo o repórter Dariano o homem foi identificado e  que  se  tratava de um Servidor Estadual, de nome Lieber, em exercício da função de professor, na Escola Emílio Zuñeda.  O que foi confirmado por pessoas que assistiram a cena, inusitada.

A reportagem, fez registro sobre o ocorrido, visando prevenir, ocorrências futuras,bem como, dará conhecimento à direção da Escola Emílio
Zuñeda , visando prevenir a segurança dos colegas, pais e alunos.

 

                                     Papel da imprensa

A imprensa é considerada por muitos estudiosos como o quarto poder brasileiro em alusão aos três poderes constituintes. O papel primordial da imprensa é levar informação à população com precisão, de forma séria, imparcial, comprometida com a verdade.

Uma imprensa séria se preocupa em desempenhar o seu papel social para que cada vez mais a população possa sentir-se confiante nesse papel tão importante que é a informação. “Uma imprensa séria é livre de máculas, são os olhos e a voz do povo”. A imprensa como o “quarto poder”, é responsável por controlar os abusos dos poderes constituídos (Legislativo, Executivo e Judiciário) contra a população que, na maioria das vezes, não tem voz ativa para interferir em questões importantes.

Novelas por exemplo: ditam modas, valores, desestruturação familiar como algo normal, enfim, o fato mostra a grande influência que a mídia em geral exerce notadamente sobre várias pessoas, e principalmente demonstra a grande responsabilidade da imprensa perante a população. Uma notícia inverídica acarretará grandes transtornos ou até mesmo danos irreparáveis às pessoas. Por isso a imprensa tem uma responsabilidade imensurável na formação da sociedade, estando atrás apenas da inigualável obra criada por Deus, que é Família, sendo essa base de toda conduta moral, honrosa, ilibada do ser humano.

Então, o papel da imprensa nos dias atuais é informar a população de todo e qualquer acontecimento e até mesmo sair em defesa dos interesses da sociedade, agindo assim, como um órgão fiscalizador. “Quando a imprensa não fala, o povo é que não fala”. Não se cala a imprensa. Cala-se o povo.

“É muito preocupante que os profissionais – jornalistas e radialistas – sejam agredidos durante o exercício da sua profissão. Ocorreu neste final  de semana sábado de forma acentuada, mas não é uma novidade”, pois a maioria dos profissionais sofrem ataques contra a integridade física, de pessoas desequilibradas emocionalmente.

Estamos diante de  um país democrático que  precisa de uma imprensa livre, que possa efetivamente comunicar o que está acontecendo. “Nós do Web Notícias Alegrete nos manifestamos hoje repudiando a agressão sofrida por esse profissional e que merecem de nós e de toda a sociedade todo o respeito”.

Condenamos qualquer tipo de violência contra  jornalistas e repórteres , que são trabalhadores em pleno exercício profissional.

Qualquer agressão ou tentativa de censurar esses profissionais é incoerente com a nossa defesa da democracia, e das liberdades de imprensa e de expressão;

Condenamos que algumas pessoas que querem protestar contra os meios de comunicação o façam agredindo os profissionais .

A Liberdade de imprensa é a capacidade de um indivíduo de publicar e dispor de acesso a informação (usualmente na forma de notícia), através de meios de comunicação em massa, sem interferência do estado.

CONFIRA O VÍDEO EM QUE O REPÓRTER FABIO PEREZ  FLAGRA A AGRESSÃO AO COLEGA DARIANO MORAES:

Alerta, Alegrete! Homem, mostrando descontrole emocional, agride pessoas, aleatoriamente, na cidade. Na tarde desta sexta-feira(31), enquanto aguardávamos, dentro carro, o término da reunião do Prefeito com os empresários, na rua João Cezimbra Jaques, frente ao Centro Administrativo, fomos surpreendidos por um homem, que estava de capacete preto, o que dificultou, de pronto, sua identificação. A reportagem, estava atualizando as postagens pelo celular, quando foi surpreendida, pelo homem que passou a desferir socos e dizer palavras de ameaças.Mesmo estando com cinto de segurança e com as mãos ocupadas, a reportagem conseguiu defender-se, evitando que o mesmo atingisse a face. Os socos, foram desferidos na altura do pescoço e braços.Sem saber quem era e porque estava fazendo aquilo, logo após o ocorrido, a reportagem, associando a voz e a fisionomia do agressor, descobriu que tratava-se de um servidor estadual, de nome Lieber, em exercício da função de professor, lno Colégio Emílio Zuñeda. Algo que foi confirmado por pessoas que assistiram a cena, inusitada.Após, alguns contatos com órgãos de segurança, tomamos conhecimento que ele esteve em frente a sede da Brigada Militar, na noite desta quinta-feira(31), na Gal. Sampaio, gritando e desafiando os policiais. Mais tarde, foi visto próximo ao parque Rui Ramos.A orientação, caso você seja ameaçado ou agredido por este cidadão, é chamar imediatamente, a Brigada Militar para prendê-lo e dar o encaminhamento que o mesmo merece e precisa.No momento do fato, o jornalista Fábio Perez, que também, aguardava a saída dos empresários, registrou, em vídeo, a agressão, gratuita e desmotivada, pela referida pessoa.A reportagem, fez registro sobre o ocorrido, visando prevenir, ocorrências futuras,bem como, dará conhecimento à direção do Colégio, visando prevenir a segurança dos colegas, pais e alunos.

Posted by Dariano Moraes on Friday, July 31, 2020

 

Facebook Comments Box

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *