• 9 de agosto de 2022 22:54

Lázaro é baleado e morto em Goiás no 20º dia de buscas

jun 28, 2021

Ele era procurado por uma força-tarefa policial desde o dia 9 de junho após matar uma família em Ceilândia, no DF. Aos 32 anos, Lázaro já tinha extensa ficha criminal, fugiu três vezes da prisão e era acusado de diversos crimes desde 2007.

Lázaro Barbosa foi morto após ser baleado em Águas Lindas de Goiás, nesta segunda-feira (28), no exato 20º dia de uma megaoperação que contou com mais de 270 policiais (ASSISTA AO VÍDEO ACIMA).

Procurado por uma força-tarefa desde o dia 9 de junho, Lázaro foi atingido após atirar diversas vezes contra policiais e tinha R$ 4,4 mil em dinheiro no bolso (leia mais sobre isso aqui). Uma câmera de segurança da cidade flagrou Lázaro horas antes de ser morto. A informações são de Rodney Miranda, secretário de segurança pública de Goiás.

“Ele descarregou uma pistola, possivelmente 380, em cima do policiais”, disse Miranda. Ainda de acordo com o secretário, Lázaro foi socorrido com vida, mas chegou morto ao hospital. Ele tinha 32 anos. Agora, a força-tarefa vai investigar se Lázaro era jagunço de fazendeiros e recebeu algum tipo de cobertura durante o tempo que passou foragido.

Lázaro Barbosa é baleado e morto após trocar tiros com a polícia de Goiás -  Diário do Poder

Quando foi encontrado, Lázaro também usava um casaco com um distintivo antigo da Polícia Militar do Distrito Federal — o que deve ser investigado pela Polícia Civil.

Condenado por assassinatos e estupros, o fugitivo da Justiça era procurado por uma série de crimes na Bahia, no Distrito Federal e em Goiás. Com conhecimento de mata, Lázaro sabia se disfarçar em vegetações e fugia por rios para não deixar rastros.

Após ser baleado, Lázaro foi levado por uma viatura do Corpo de Bombeiros para o Hospital Municipal Bom Jesus, e a morte foi confirmada pela Polícia Técnico-Científica de Goiás. Por volta de 11h10, uma viatura do Instituto Médico Legal (IML) chegou aos fundos da unidade de saúde.

Policiais comemoram captura do serial killer Lázaro Barbosa | Tribuna Online

As buscas por Lázaro, que causaram intensa mobilização no país, começaram após a morte de quatro pessoas de uma mesma família em Ceilândia, no Distrito Federal, em 9 de junho

Quando foi capturado, policiais comemoraram a prisão (assista ao vídeo abaixo).

Em Águas Lindas de Goiás e em Cocalzinho, moradores chegaram a soltar fogos de artifício.

Em entrevistas a jornalistas após a morte de Lázaro, o secretário Miranda afirmou que a sensação era de “missão cumprida”, após dias sem descanso da força-tarefa

       

 

Policiais sempre quiseram ele para matar, não para prender", diz mulher de  Lázaro

Facebook Comments Box
Compartilhe no Orkut!