Itália ficará totalmente confinada durante festas de fim de ano

Comércio, bares e restaurantes permanecerão fechados, não será permitido viajar entre regiões e somente uma saída por dia por residência será autorizada

Itália, um dos países mais atingidos pela pandemia da covid-19, irá impor um confinamento total a partir de segunda-feira (21) até 6 de janeiro, durante todas as festas natalinas, anunciou nesta sexta-feira (18) o primeiro-ministro Giuseppe Conte.

Durante este período, comércio, bares e restaurantes permanecerão fechados em boa parte do tempo, não será permitido viajar entre regiões e somente uma saída por dia por residência será autorizada, anunciou o chefe do governo ao término de uma reunião do conselho de ministros.

Coronavírus: Por que a Itália é a exceção da segunda onda de covid-19 na Europa?

Quem violar as regras terá de pagar uma multa que vai de 400 a mil euros. As medidas incluem a proibição de se afastar mais de 30 quilômetros de cidades com até 5 mil habitantes e estará vetado o deslocamento às capitais das províncias mesmo se estiverem a uma distância menor do que esta. Já o toque de recolher seguirá valendo entre 22h e 5h.

Itália já pensa em plano para sair 'gradativamente' da pandemia - ISTOÉ DINHEIRO

Durante os feriados do período, todas as regiões do país serão classificadas como zona de risco vermelho, no qual somente o comércio essencial pode ficar aberto e as pessoas só podem sair de casa para trabalhar ou para resolver assuntos emergenciais. Nos dias úteis, as regiões passarão para a faixa laranja, com restrições mais flexíveis.

 

Facebook Comments Box

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *