Grávida que estava desaparecida é encontrada morta e sem o bebê na Grande Florianópolis

Amiga da vítima e companheiro dela foram presos por suspeita de assassinarem a gestante. Mulher apresentou criança ao hospital como se tivesse dado à luz, aponta Polícia

A assassina ainda compartilhou no seu próprio face o desaparecimento da amiga que a mesma matou.    Como o ser humano pode ser tão macabro.
Pior ainda cortou o bebê ao tirar do ventre da mãe.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

De acordo com informações divulgadas, Flavia Godinho Mafra moradora de Canelinhas que estava grávida de 36 semanas, teria saído nesta quinta-feira (27) por volta das 16h para ir a um chá de bebê em São João Batista e não retornou para casa.

Segundo primeiras informações recebidas, o corpo de Flavia foi encontrado em uma cerâmica, localizada no bairro Galera, em Canelinha. A vítima estava sem vida, com sua barriga cortada e com o bebê retirado.
A acusada de cometer o crime   teria simulado uma falsa gravidez e deu entrada em um hospital dizendo que havia dito a criança em casa, mas as enfermeiras do hospital desconfiaram da conversa da mulher e chamaram a policia.

De acordo com informações, em depoimento à Polícia Civil, a mulher informou que teria matado a vítima com um golpe de tijolo na cabeça e usado um canivete para retirar o bebê do ventre da gestante. A mulher grávida saiu de casa de carona para participar de um chá de bebê surpresa.

A suspeita admitiu que teria contado à vítima a história do chá de bebê para atraí-la.

Ainda conforme o depoimento, ao chegar no local, ela aproveitou o momento em que a vítima estava de costas para dar um golpe com tijolo na grávida.

A suspeita disse que também estava grávida, mas que perdeu o bebê e não contou para os familiares por causa da expectativa que eles criaram.


O bebê de Flavia é uma menina e está em segurança em um hospital de Florianópolis. A policia informou que os suspeitos foram levados à Delegacia de Polícia Civil de Tijucas, onde vão prestar depoimento e devem ficar detidos.

Após amigos e a população descobrirem o ocorrido milhares de mensagens de ofensas foram deixadas na rede social de Rozalba Grimm, acusada de ter feito esta atrocidade,

Facebook da assassina : https://www.facebook.com/rozalba.grimm

Abaixo fotos da assassina Rozalba Grimm junto com seu companheiro

 

 

 

A assassina

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, selfie, close-up e atividades ao ar livre

 

 

Facebook Comments Box

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *