• 9 de agosto de 2022 23:17

Dois santiaguenses são mortos após perseguição policial pelas ruas de Santa Maria

jun 27, 2022
27/06/2022 às 09:06

Dois homens morreram após uma perseguição policial no início da madrugada desta segunda-feira em Santa Maria. Policiais da Brigada Militar (BM) tentaram abordar o veículo, que fugiu por mais de seis quilômetros por ruas da cidade. Os suspeitos foram baleados no Bairro Divina Providência após apontarem as armas para os policiais. Um deles morreu no local, e o outro a caminho do hospital. Os mortos foram identificados como Adair José de Oliveira Ferreira, 32 anos, e Fabiano Becker Brum, 41, ambos naturais de Santiago.

                                                                                                                                      ( Foto Santiago News)

A perseguição começou por volta da meia noite e meia, na Avenida Nossa Senhora da Medianeira quando policiais da Força Tática mandaram o motorista parar o carro e só parou na Rua Antônio Dias da Silva, na esquina com a Rua Praia do Cassino pós perder a direção, o motorista subiu um barranco. Conforme informações colhidas no local, a dupla desceu do carro com as armas em mãos, e antes de atirarem nos policiais, os dois foram baleados. Um deles foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu a caminho do Hospital Universitário de Santa Maria (Husm).

                                                                                                                                    ( Foto: Portal BEI  )

Dois revólveres calibre 38, que estavam com a dupla foram apreendidos. A dupla estava em um Corolla com placas de um Cruze. Os dois vestiam roupas pretas, estavam de touca e luvas. Conforme a BM, a ação aconteceu durante a Operação Narco Brasil deflagrada no domingo, para combater o tráfico de drogas, visando quebrar o fluxo financeiro de grupos criminosos, com apreensão de bens, drogas e armas.

Santiaguenses são mortos após confronto com a BM em Santa Maria | Rafael Nemitz

 

A equipe volante da Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) da Polícia Civil foi acionada para fazer o registro da ocorrência. Peritos do Instituto-Geral de Perícias (IGP) foram chamados e fizeram o levantamento do local do crime. O carro, as armas e outros objetos foram apreendidos pela polícia.

                                                                       ( Foto: Nova Pauta) 

O carro, que pertence a um homem, também natural de Santiago até a hora da perseguição, e da morte dos suspeitos, não tinha registro da ocorrência de que havia sido furtado ou roubado. A Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP) da Polícia Civil investiga o caso.

 

Fonte: Portal BEI.

 

Facebook Comments Box
Compartilhe no Orkut!