Dentista desaparecida é encontrada morta em matagal em Santa Maria

Corpo de Bárbara Machado Padilha, 32 anos, foi localizado próximo de rodovia por volta de 15h desta quarta-feira

Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Bárbara Machado Padilha, 32 anos, saiu de casa em Tupanciretã em um táxi executivo em direção a Santa Maria

Foi encontrado, por volta de 15h desta quarta-feira, o corpo da dentista Bárbara Machado Padilha, 32 anos, desaparecida desde o último sábado. O corpo foi localizado pelas equipes de busca às margens da BR-158, próximo ao local onde foram realizadas as buscas na terça-feira, no Bairro Presidente João Goulart. Ainda não há informações sobre a causa da morte.

Corpo foi encontrado em um matagal às margens da BR-158, no Bairro Presidente João Goulart

Foto: Renan Mattos (Diário)

Foi encontrado, por volta de 15h desta quarta-feira, o corpo da dentista Bárbara Machado Padilha, 32 anos, desaparecida desde o último sábado. O corpo foi localizado pelas equipes de busca às margens da BR-158, próximo ao local onde foram realizadas as buscas na terça-feira, no Bairro Presidente João Goulart. Ainda não há informações sobre a causa da morte.

Equipes da Polícia Civil, dos Bombeiros e da Polícia Rodoviária Federal realizam buscas desde o último domingo. Bárbara estava desaparecida desde a tarde de sábado, quando foi vista pela última vez pelo marido. Ela teria saído do escritório do marido e ido a pé até a residência por volta das 17h. Cerca de 2 horas depois, ele chegou na residência e não encontrou a esposa. As portas estavam abertas e a chave de casa caída no chão. Os documentos e a bolsa de Bárbara estavam na casa.

                          LOCAL ONDE O CORPO FOI LOCALIZADO

 

 

Ela foi vista pela última vez ainda no sábado, na loja de conveniência de um posto de combustíveis no Trevo do Castelinho. As imagens mostram que ela entrou na conveniência às 19h34min de sábado. Comprou água e picolé e pagou com dinheiro. Outra imagem mostra a dentista deixando o posto às 19h53min. Segundo funcionários do posto, Bárbara sentou em uma mesa dentro do estabelecimento. Ela estava sozinha o tempo todo (veja abaixo).

A Polícia Civil segue investigando as circunstâncias do desaparecimento e da morte de Bárbara.

Créditos informativo: BEI diárioSM.com.br

Facebook Comments Box

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *