Defesa Civil confirma 14 mortes por causa do temporal em Santa Catarina

Morreram na enxurrada no Vale do Itajaí 14 pessoas. Oito estão desaparecidos e há desabrigados e desalojados.

A Defesa Civil confirmou mais uma morte em Presidente Getúlio por causa da enxurrada no Vale do Itajaí. Agora o município, que foi o mais atingido, registra 12 óbitos. As cidades de Ibirama e Rio do Sul têm uma morte cada uma. No total, 14 pessoas morreram na enxurrada. As informações foram divulgadas em um boletim na noite desta sexta-feira (18).

A enxurrada aconteceu no final da noite de quarta (16) e madrugada de quinta (17). O mau tempo também atingiu outras cidades do estado, inclusive em outras regiões (confira quadro abaixo).

Pessoas atingidas pelo temporal em SC

Município Mortes Desaparecidos Desabrigados Desalojados
Presidente Getúlio 12 7 147 137
Ibirama 1 16 64
Rio do Sul 1 1 36
Siderópolis 3
Lontras 80
Total 14 8 199 284

Segundo a Defesa Civil, 14 municípios tiveram registros de estragos com o temporal:

  • Presidente Getúlio – atingido por forte enxurrada e 12 pessoas morreram. O trajeto onde fica o ribeirão no bairro Revólver ficou todo comprometido, conforme o comandante dos bombeiros voluntários de Presidente Getúlio, Alex Lima. São cerca de 4 quilômetros de ribeirão. “Praticamente todo esse trajeto ficou comprometido com pedras, barreiras, estradas danificadas, etc”, afirmou o comandante. Sete pessoas estão desaparecidas. Cerca de 370 casas e 1,6 mil pessoas foram atingidas. Dois abrigos foram montados.
  • Rio do Sul – residências foram inundadas e uma pessoa morreu. Três abrigos foram montado. Uma pessoa está desaparecida
  • Ibirama – uma pessoas morreu. Prefeitura afirma que houve deslizamentos, alagamentos e quedas de muros e árvores
  • Lontras (Vale do Itajaí) – houve enxurrada no Ribeirão do Salto. Segundo a Defesa Civil municipal, 27 casas foram atingidas e 86 pessoas, afetadas
  • Aurora (Vale do Itajaí) – atingida por alagamentos. Também houve lagoas que transbordaram, inundação de residências e deslizamentos
  • Apiúna (Vale do Itajaí) – danos em ruas e pontilhões
  • Ascurra (Vale do Itajaí) – registrou deslizamentos, enxurrada e danos em ruas e pontes
  • Santo Amaro da Imperatriz (Grande Florianópolis) – teve deslizamentos
  • Palhoça (Grande Florianópolis) – registrou alagamentos e deslizamentos
  • Rancho Queimado (Grande Florianópolis) – perigo de deslizamento
  • Santa Rosa do Sul (Sul) – teve destelhamentos e dano em ponte
  • Siderópolis (Sul) – deslizamento de terra atingiu casa
  • Urussanga (Sul) – teve deslizamentos, alagamentos e quedas de árvores
  • Balneário Camboriú (Litoral Norte) – houve alagamentos, deslizamentos e quedas de árvores

 

Secretário Nacional de Defesa Civil, Alexandre Lucas (à direita de máscara preta) em reunião com autoridades em Rio do Sul — Foto: Divulgação
Secretário Nacional de Defesa Civil, Alexandre Lucas (à direita de máscara preta) em reunião com autoridades em Rio do Sul — Foto: Divulgação

O secretário nacional de Defesa Civil, Alexandre Lucas, está em Rio do Sul e teve reunião na tarde desta sexta com autoridades da região. Ele disse que a Defesa Civil nacional tem recursos em caixa para socorrer os municípios do Vale do Itajaí. Para ter acesso à verba, as prefeituras precisam encaminhar até quarta (23) toda a documentação sobre os estragos.

Galhos levados pela enxurrada em Lontas, no Vale do Itajaí — Foto: Defesa Civil de Lontras/Divulgação

Galhos levados pela enxurrada em Lontas, no Vale do Itajaí — Foto: Defesa Civil de Lontras/Divulgação

Abrigos

Até a noite desta sexta, cinco abrigos estavam abertos no Vale do Itajaí para atender as pessoas atingidas pela enxurrada. Confira os locais abaixo:

Manhã de sexta (18): homens carregam galões de água em abrigo na Escola Tancredo Neves em Presidente Getúlio — Foto: Patrick Rodrigues/NSC

Manhã de sexta (18): homens carregam galões de água em abrigo na Escola Tancredo Neves em Presidente Getúlio — Foto: Patrick Rodrigues/NSC

 

Centro de Presidente Getúlio antes da enxurrada — Foto: Alexandre Mohr/Arquivo pessoal

Imagem mostra a cidade de Presidente Getúlio depois da enxurrada. — Foto: Corpo de Bombeiros de Santa Catarina/Divulgação

Fonte : G1 Portal de Notícias Globo

Facebook Comments Box

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *