Crime bárbaro contra criança de 1 ano e 8 meses chocou Alegrete e região

Nesta segunda feira 17 o laudo médico teve como resultado um trauma no cranio  juntamente com hemorragia, em um  menino de um ano e oito meses, quando deu entrada na santa casa havia vários hematomas pelo corpo e ainda desacordado.

A imagem pode conter: 1 pessoa

Estas  informações foram  passadas pelo Delegado Valeriano Neto, sobre o brilhante trabalho da Policia Civil de  Alegrete que iniciou logo que foi notificado sobre o caso da criança.

Tudo levar a crer que o menino Márcio dos anjos Jaques foi espancado.

Mas os depoimentos poderá esclarecer muita coisa ainda.

O pai do  menino chegou com ele nos braços praticamente desfalecido onde passou, pelos atendimentos, indo logo apos para a UTI.

Hematomas pelo corpo, dentes quebrados e outras cicatrizes que, provavelmente, são de ferimentos anteriores, descreveu o policial militar que realizou o atendimento do boletim de ocorrência.

O pai disse que bateu no filho com uma taquara por estar chorando demasiadamente.

O fato repercutiu nas redes sociais, e abalou o sistema  de saúde onde muitos não conseguiam entender, o porque de ter sido tão brutal contra um ser indefeso .  As batidas atingiram a região da boca, quebrando os dentes do menino e cortando as gengivas e outros traumas deixados pelo corpo.

O pai do menino não tem antecedentes criminais, e teve sua  prisão preventiva solicitada ao Ministério Público, o delegado terá 10 dias para concluir o inquérito policial, que segundo a autoridade policial está elucidado.

        (Neste vídeo na saída da DP, a população revoltada tentou linchar ele)

Ao chegar ao presídio Estadual de Alegrete, os manifestantes que aguardavam a saída deste preso da DP local onde aguardava para ser encaminhado a casa prisional, acompanharam o trajeto fazendo buzinaço e gritando frases tipo ” tu vai pagar caro pelo que tu fez”   ” tu não vai sobreviver ai dentro”   ” tem que morrer”  entre outras frases, e os presos  respondiam de dentro que não queriam que ele entrasse para la pois eles não iriam perdoar este tipo de crime.     A informação extra oficial é que o preso seria transferido para a casa prisional de Uruguaiana, mas sem confirmação.

 

Fotos exclusivas Pedro Mello / site Web Noticias Alegrete

 

 

 

Facebook Comments Box

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *