Aumento na bandeira vermelha da conta de luz pode chegar a 58% em setembro

Assunto foi discutido em reunião com vários representantes do governo nesta semana

Tarifa pode subir de R$ 9,49 para um valor entre R$ 14 e R$ 15, a partir de setembro.

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deve ajustar, em até 58%, a bandeira vermelha – sobretaxa acionada nas contas de luz quando o custo da geração de energia aumenta. Com isso, a tarifa pode subir de R$ 9,49 para um valor entre R$ 14 e R$ 15, a partir de setembro.

O assunto foi discutido em reunião com vários representantes do governo nesta semana. De acordo com os participantes, o Ministério de Minas e Energia sugeriu reajustar o valor da bandeira para R$ 24, o que seria mais que o dobro do aumento, por um período de três meses.

Prevaleceu, porém, a proposta do Ministério da Economia, de cobrar uma taxa entre R$ 14 e R$ 15 por um tempo maior, possivelmente de seis meses. O prazo estipulado será o suficiente para recuperar os reservatórios após o início do período úmido, no fim do ano.

O acréscimo será para a bandeira vermelha 2, patamar mais alto do sistema, que conta com as cores verde, amarela e vermelha 1. A taxa é cobrada por cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos

Facebook Comments Box

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *