Aconteceu de tudo em vigem de consulta pelo SUS em Porto Alegre, pane elétrica, mecânico bêbado em serviço e vaquinha para pagar concerto

(Foto  meramente ilustrativa)

De 16 para 17 uma van  com pacientes que iriam consultar em Porto Alegre, teve uma pane mecânica próximo a cidade de Pantano Grande no seu retorno das consultas.

No ônibus estavam 17 passageiros com criança deficiente e mais uma menina.

Depois de ficarem parado empurraram a Van até um local seguro mais retirado da BR .

Assim que solicitaram um mecânico, o profissional chegou no local bêbado, dizendo que cobraria R$ 800 reais e só retiraria o veiculo dali se fosse pago na hora.    Só levava para a oficina se pagasse na hora, O motorista então perguntou quem tinha dinheiro ára ajudar a pagar o conserto, 3  passageiros então deram três partes do dinheiro  completado com mais 200 reais do motorista que também colaborou na “vaquinha” dando um total de R$ 700 reais e o mecânico aceitou e fez o serviço pelo valor que juntaram.  Assim que chegaram na cidade o proprietário da empresa devolveu os valores pagos pelos passageiros no conserto da Van.

Chegaram  em torno de 3 horas da manha no Posto Takito.

A paciente ainda relatou que a Van estaria cheia (lotada) com 17 pessoas incluindo o motorista.

Estes incidentes esta se tornando frequentes, pois já tivemos um micro ônibus que pegou fogo na estrada, agora esta Van sofreu pane mecânica, o segundo incidente no transporte de pacientes de consultas em outras cidades.

Vereador Fábio Perez é quem fez o levantamento da pauta ouvir uma acompanhante de paciente que relatou todo o ocorrido.

Nossa reportagem ligou para a Secretária de Saúde Haracelli  pedindo explicações do que esta sendo feito para acabar com este transtorno com os pacientes que já sofrem nas viagens com lotação máxima e pedimos esclarecimentos sobre os dois ônibus que foram entregues em praça pública por emendas parlamentares .

Em resposta ela explicou que um dos ônibus esta fazendo as viagens, e que o outro estaria com problema no “ar condicionado ” a um mês e pouco, claro que achamos um pouco demorado este conserto mas vamos aguardar quanto tempo mais ficara este onibus “novo” parado enquanto é usado transporte terceirizado gerando gastos ao nosso municipio.

   Secretária Haracelli emitiu a seguinte nota :

Resultado de imagem para haracelli fontoura

O micro que estava transportando  pacientes para POA é da empresa Alex Marcon( terceiriza serviços  para secretaria municipal de saúde, empresa que ganhou a licitação) este micro estragou, pediram socorro e um mecânico de Pântano Grande atendeu, o conserto custou 800,00 , o motorista não tinha todo o valor o mecânico deixou por 700,00 não aceitava cartão e nem transferência  então os pacientes ofereceram valor emprestado para completar o montante para que pudesse seguir viagem e chegar chegar tempo no destino, caso contrário teriam que esperar a empresa mandar outro veículo até pântano Grande.    O motorista aceitou o empréstimo e seguiram viagem.
Quase chegando em Alegrete o proprietário foi acionado e levou o valor para cada paciente que havia emprestado, antes mesmo de desembarcarem ja foram ressarcidos.

  O proprietário me procurou e mandou um documento  da empresa esclarecendo todo o ocorrido.
A secretária Haracelli relatou que irá notificar a empresa, também já está em busca de mais 3 orçamentos por que  o contrato irá  vencer e terá  que fazer nova licitação buscando outra empresa que responda os requisitos para efetuar o transporte finalizou a Secretária em resposta a nossa reportagem.

 

 

 

 

Facebook Comments Box

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *