500 doses da vacina poderão ser devolvidas, motivo pane em uma das câmaras de armazenamento comissão foi apurar o que aconteceu

COMISSÃO DE REPRESENTAÇÃO EXTERNA DA CÂMARA

VAI ATÉ SECRETARIA DE SAÚDE SABER SOBRE AS VACINAS

Na tarde desta segunda-feira, os vereadores que integram a Comissão de Representação Externa da Câmara Municipal foram até a Secretaria Municipal de Saúde para um encontro com a secretária Haracelli Fontoura e sua equipe de trabalho. O assunto, o caso das 500 doses de vacinas que não puderam ser aplicadas nos idosos porque houve um problema com a câmara de refrigeração.
Os vereadores Anilton Oliveira, Bispo Ênio Bastos, Vagner Fan, Moisés Fontoura e Jaime Duarte, que compõem a comissão recentemente instalada, foram recebidos pela secretária que estava acompanhada da enfermeira Juliana Michel, chefe da Vigilância Epídemiológica da secretaria. O vereador Anilton, em nome da comissão, disse das razões do encontro que era de saber o que realmente aconteceu com as vacinas.
Estado Tem Reserva Técnica e Vai Repor as Doses
A enfermeira Juliana relatou que às 6h da manhã desta segunda-feira, ao chegar na secretaria para a preparação com vistas a vacinação de idosos a partir dosa 65 anos, percebeu que a câmara de refrigeração com o estoque das 500 doses de vacina estava funcionando com a temperatura acima do normal. Que imediatamente retirou as vacinas e as acondicionou em outra câmera, procedendo logo após à comunicação à coordenadora regional de vacinação e por conseguinte à Anvisa.
       À tarde, a secretaria de Saúde recebeu comunicado da Secretaria de Saúde do Estado de que, enquanto aguarda um posicionamento da Anvisa, quanto ao uso ou não das 500 doses, o Estado vai repor as mesmas doses. Já nesta terça-feira, a 10ª. Coordenadoria Regional de Saúde vai buscar as vacinas e na quarta-feira pela manhã, será procedida a vacinação do público alvo.
Conforme a secretária Haracelli o município não terá ônus porque o Estado dispõe de uma rerserva justamente para quando ocorrerem situações desse tipo.
O Problema foi a Câmara
Os vereadores questionaram o real motivo do que ocorreu, recebendo a informação de que foi um problema técnico na Câmara de refrigeração que oscilou a temperatura. Que foi chamada a assistência técnica para fazer uma vistoria, porque a câmara era nova e tinha passado por revisão.
O vereador bispo Ênio Bastos perguntou se as câmaras não tinham monitoramento. Foi informado que ao apresentar uma falha, a câmara emite um alarme. Que esse alarme foi emitido a partir das 4h da manhã, mas que a zeladora que estava na escala fazia a folga do zelador titular e não fora informada de que poderia ocorrer uma situação desse tipo. Foi informado também que existe gerador, mas que não houve falta de energia e sim uma falha da câmara que oscilou.
A secretária Haracelli explicou aos vereadores que seria negligência de sua parte seguir a vacinação como se nada tivesse acontecido. “Na dúvida, não vacinar”, completou. Essas vacinas, se não forem utilizadas, serão devolvidas, segundo a secretária.
Vereadores Satisfeitos com as Explicações
Ao final, os vereadores se deram por satisfeitos com as informações recebidas. Indagarem se há reuniões periódicas sobre o programa de vacinação em que a comissão pudesse interagir. A secretária disse que as reuniões são via on line.
A enfermeira Juliana acrescentou que não se tem um cronograma prévio de vacinação. É o Estado que repassa a informação sobre idade e grupos a serem vacinados e a Secretaria de Saúde do município segue as orientações.
Ao final do encontro, os vereadores inteiraram-se sobre os critérios de vacinação, faixas etárias, grupos de riscos e profissões. Foi dada a informação de que Alegrete tem uma população de idosos acima dos 60 anos que chega a 11 mil pessoas. E que a vacina é contra indicada para menores de 18 anos.
Ficou acertado que será criada uma linha de contato através do Whatsapp com a participação da Secretaria de Saúde, Coordenadoria Regional de Saúde e a Comissão de Representação Externa da Câmara para troca de informações sobre a vacinação.
Facebook Comments Box

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *